IPB FLAMENGO – “Buscando a Vida e Unidade em Cristo”


NOSSA HISTÓRIA


A Igreja Presbiteriana no Flamengo foi organizada em 15 de fevereiro de 1987. Ela é filiada à IPB – Igreja Presbiteriana do Brasil (www.ipb.org.br). A Igreja Presbiteriana surgiu no Brasil em 1859, com a vinda do missionário Ashbel Green Simonton. Historicamente, ela pertence à família das igrejas reformadas ao redor do mundo. Nossas origens mais remotas encontram-se nas reformas protestantes suíça e escocesa, no século XVI.

O nome “igreja presbiteriana” vem da maneira como a igreja é administrada, ou seja, através de “presbíteros” eleitos democraticamente pelas comunidades locais. Essas comunidades são governadas por um “conselho” de presbíteros e estes oficiais também integram os concílios superiores da igreja, que são os presbitérios, os sínodos e o Supremo Concílio. Os presbíteros são de dois tipos: regentes (que governam) e docentes (que ensinam); estes últimos são os pastores.

Hoje a IPB possui aproximadamente 1.011.300 membros distribuídos em mais de 10.407 igrejas locais e congregações em todo o Brasil.

A igreja é democrático representativa o que significa que a autoridade máxima pertence à Assembléia geral dos membros reunida. Nela fazemos eleições, ouvimos relatórios e orçamentos, e deliberamos quanto aaprovação de compra ou venda de imóveis ou outros assuntos que o conselho julgar necessário.

A IPB Flamengo realiza suas atividades através das “Sociedades” e “Ministérios”. As sociedades são organizadas por faixa etária e sexo.Os ministérios são escolhidos pelas próprias pessoas, (independente da idade e sexo), de acordo com a área com a qual mais se identificam.Em nossa igreja, fazemos o possível para estimular e encorajar a participação de todos.

Na IPB Flamengo temos momentos de oração, comunhão e louvor. A bíblia é nossa única regra de fé e de prática.


Disponível em: www.mackenzie.com.br/7087.html‎

NOSSA MISSÃO


Nosso desejo é compartilhar o amor de Deus em Jesus Cristo que é a resposta de Deus para o homem: Ele é o caminho, a verdade e a vida.

Nossa missão é pregar o evangelho e fazer discípulos de acordo com a ordem de Jesus: “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado”. Mateus 28:19 e 20.

NOSSA VISÃO


Agora, vamos falar um pouco sobre como vemos alguns aspectos importantes para nossa vida como discípulos e membros do corpo de Cristo:


Centralidade De Cristo

Cristo é a razão e o motivo de todas as coisas existirem. “Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém”. Romanos 11:36.

No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.

Ele estava no princípio com Deus.Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens.E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam. João 1:1-5

Exaltado está o Senhor acima de todas as nações, e a sua glória sobre os céus. Salmos 113:4

O teu reino é reino eterno, e o teu domínio permanece de geração em geração. O Senhor é fiel em todas as suas promessas e é bondoso em tudo o que faz. Salmos 145:13

Não há nada que se mova no universo sem o governo ou fora do governo de Deus, mesmo quando falamos sobre o “império” das trevas” o governo de Deus é sobre tudo e todos.

Jesus é o Senhor da Igreja.Ele é a cabeça do corpo, que é a igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a supremacia. Colossenses 1:18

O fato é que Ele é o Senhor da igreja, sendo o “cabeça” da igreja, portanto, a igreja é o seu corpo formada por diversos membros, interdependentes, com diferentes funções. Leia I Coríntios 12.12-31.

Este reino formado por discípulos, ao qual Ele mesmo denominou “minha igreja” (Mt 16:18) é o corpo de Cristo, como escreveu Paulo, transmitindo a idéia de unidade e interdependência. Para experimentarmos a realidade de pertencermos a este “Corpo” temos que abandonar o “velho homem” cheio de individualismo que insiste em manter a independência.

Dizer: Jesus é o Senhor significa dizer: Senhor “Kürios” = dono absoluto. No início da igreja primitiva e conseqüentemente durante o império romano havia vários reis, porém, um só Kürios que para os romanos era Cesar. Os discípulos pregavam que Jesus não era simplesmente um rei qualquer, Ele era o Senhor, dono absoluto de suas vidas. Ele é o Rei dos reis e Senhor dos Senhores! Pois ele nos resgatou do domínio das trevas e nos transportou para o Reino do seu Filho amado, Colossenses 1:13

E, indo, pregai, dizendo: É chegado o reino dos céus. Mateus 10:7

Disse Jesus: "O meu Reino não é deste mundo. Se fosse, os meus servos lutariam para impedir que os judeus me prendessem. Mas agora o meu Reino não é daqui". João 18.36

Esse poder ele exerceu em Cristo, ressuscitando-o dos mortos e fazendo-o assentar-se à sua direita, nas regiões celestiais, muito acima de todo governo e autoridade, poder e domínio, e de todo nome que se possa mencionar, não apenas nesta era, mas também na que há de vir. Deus colocou todas as coisas debaixo de seus pés e o designou como cabeça de todas as coisas para a igreja, que é o seu corpo, a plenitude daquele que enche todas as coisas, em toda e qualquer circunstância. Efésios 1:20-23

E cantavam um novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro, e de abrir os seus selos; porque foste morto, e com o teu sangue nos compraste para Deus de toda a tribo, e língua, e povo, e nação; E para o nosso Deus nos fizeste reis e sacerdotes; e reinaremos sobre a terra. Apocalipse 5:9,10

Jesus é o Senhor de nossa vida: Aqui entendemos outro fato de extrema importância para nós: A razão da centralidade de Cristo sobre tudo e é claro sobre nós.

Jesus Cristo é o SENHOR absoluto. Ele convida a todos os homens a se ARREPENDEREM de suas obras mortas e pecaminosas para virem a Ele e se tornarem seus súditos, servos do grande Rei, filhos do grande Pai, transformados e guiados por seu Espírito Santo. Lembre-se disso: Jesus Cristo veio para lhe dar vida e vida abundante. Para isso Ele enviou o seu Espírito para habitar em nós. Como servo de Cristo, a coisa mais importante que você deve fazer é se relacionar com ele e com a igreja. Sabe por quê?

Nos primeiros capítulos de Gênesis podemos perceber o propósito eterno de Deus. Ele criou o homem à sua imagem e semelhança, queria ter filhos, muitos filhos. Infelizmente, o pecado contaminou a raça humana corrompendo sua natureza, impedindo que Deus realizasse o Seu propósito (Rm 3.10). Mas Deus não mudou de idéia, Ele não desistiu do que queria desde o princípio! O propósito de Deus é imutável (Hb 6.17). Isto ficou claro quando prometeu a Abraão uma descendência tão numerosa como as estrelas no céu e a areia na praia e através dela abençoar todas as famílias da Terra. Mas de que forma isto se daria? Os profetas anunciaram a palavra do Senhor: quando o Messias chegar, gentios de todos os lugares do mundo virão a fim de entrarem no reino de Deus. E ELE CHEGOU!!! Aleluia!!!Em Cristo, Deus cumpre o seu propósito: “Uma família de muitos filhos semelhantes a Jesus.”

Porquanto, qualquer que fizer a vontade de Deus, esse é meu irmão, e minha irmã, e minha mãe. Marcos 3:35


Adoração:

Entendemos que devemos ter uma vida de adoração a Deus. A adoração não está restrita a um lugar, mas é um modo de viver.

Jesus declarou: "Creia em mim, mulher: está próxima a hora em que vocês não adorarão o Pai nem neste monte, nem em Jerusalém.Vocês, samaritanos, adoram o que não conhecem; nós adoramos o que conhecemos, pois a salvação vem dos judeus.

No entanto, está chegando a hora, e de fato já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade. São estes os adoradores que o Pai procura.

Deus é espírito, e é necessário que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade. ” João 4:21-24

Esta adoração tem a ver com uma “atitude interna”de confiança e gratidão que reflete em nossas “atitudes externas”como: dizer palavras de elogio, engrandecimento, exaltação e gratidão a Deus.

Adorar é uma constante entrega e devoção ao Senhor, é rendição plena à sua vontade. Lembre-se: “A VONTADE DO SENHOR É BOA, AGRADÁVEL E PERFEITA” Romanos 12.2 b

Adoramos ao Senhor a cada atitude de obediência. Não podemos adorá-lo apenas com “atitudes externas”, pois o Senhor vê o coração:

O Senhor diz: "Esse povo se aproxima de mim com a boca e me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. A adoração que me prestam só é feita de regras ensinadas por homens.” Isaías 29:13

Jesus nos ensinou:

“O homem bom tira coisas boas do bom tesouro que está em seu coração, e o homem mau tira coisas más do mal que está em seu coração, porque a sua boca fala do que está cheio o coração".Lucas 6:45

“Pois do interior do coração dos homens vêm os maus pensamentos, as imoralidades sexuais, os roubos, os homicídios, os adultérios,as cobiças, as maldades, o engano, a devassidão, a inveja, a calúnia, a arrogância e a insensatez.Todos esses males vêm de dentro e tornam o homem ‘impuro".Marcos 7:21-23

A verdadeira adoração está também ligada à confiança porque nem sempre entenderemos a razão, teremos que confiar e obedecer, como aconteceu com Abraão quando o Senhor lhe pediu que sacrificasse seu filho Isaque. Gênesis 22.9-11.

Adorar é o reconhecimento de Deus em tudo em nossa vida, em todas as circunstâncias, boas ou ruins, em cada situação. Veja o exemplo do profeta Habacuque:

Ainda que na figueira tenham sido destruídos todos os figos, sem ficar sequer rebento nenhum; ainda que a oliveira seque e que os campos se tornem estéreis; ainda que os rebanhos morram no meio das pastagens e que os currais fiquem vazios, contudo eu me alegrarei no Senhor; serei feliz no Deus da minha salvação. Habacuque 3.17.

Adorar deve ser natural para nós, um estilo de vida. Que sejamos verdadeirosadoradores!


Bíblia:

É nossa única regra de fé e de prática. Efésios 5.26, 6.17, Lucas 8.11; Romanos 10.17, Salmo 119.11.

Quando dizemos que a bíblia é a nossa ÚNICA regra de FÉ e PRÁTICA, estamos dizendo que o valor que damos a ela é total. Nós não duvidamos de nada, nós cremos em tudo que ela nos diz. Isso porque ela é a PALAVRA DE DEUS, em toda a sua extensão, de Gênesis a Apocalipse.

Ter a Bíblia como regra de fé e prática nos leva a responsabilidade de não só carregá-la conoscomas de conhecê-la...não só de conhecê-la mas, colocá-la em prática.

Portanto, livrem-se de toda impureza moral e da maldade que prevalece, e aceitem humildemente a palavra implantada em vocês, a qual é poderosa para salvá-los. Sejam praticantes da palavra, e não apenas ouvintes, enganando-se a si mesmos. Aquele que ouve a palavra, mas não a põe em prática, é semelhante a um homem que olha a sua face num espelho e, depois de olhar para si mesmo, sai e logo esquece a sua aparência. Mas o homem que observa atentamente a lei perfeita que traz a liberdade, e persevera na prática dessa lei, não esquecendo o que ouviu mas praticando-o, será feliz naquilo que fizer. Tiago 1:21-25

Anseio pela tua salvação, Senhor, e a tua lei é o meu prazer. Salmos 119:174

Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade. João 17:17

“E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará". João 8:32

A tua palavra é a verdade desde o princípio, e cada um dos teus juízos dura para sempre. Salmos 119:160


Evangelização:

O Senhor Jesus nos deu esta ordem “ide e pregai o evangelho... fazei discípulos de todas as nações” (Mc 16.15; Mt. 28.19). I Coríntios 9.16; Efésios 6.15. Portanto devemos nos unir na pregação das boas novas do Evangelho.

Veja o que Jesus diz: "Eu sou a videira; vocês são os ramos.Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma.” João 15:5

Meu Pai é glorificado pelo fato de vocês darem muito fruto; e assim serão meus discípulos. João 15:8

“Dar muito fruto” -a confirmação de que somos discípulos. E discípulo precisa fazer discípulo. Por isso temos essa dinâmica em nossa igreja: Incentivamoscada membro a fazer “discípulo” ensinando o que já aprendeu.


Mordomia Cristã:

Mordomia tem aver com a maneira como cuidamos de tudo sob nossa responsabilidade.Mordomo,de acordo com o dicionário Aurélio, significa serviçal que administra uma casa.Logo, eu preciso compreender que o Senhor me pedirá conta de todas as coisas, inclusive da maneira como eu lido com os meus bens. Isso porque devemos administrar nossos recursos de forma a atender não somente as nossas necessidades, mas também a dos outros.

Como cristãos somos mordomos de tudo que o Pai tem nos confiado. E como vimos: mordomo é o que serve. Pense... o que serve...

A vossa maneira de proceder deve ser a mesma que a minha, porque eu, o Filho do Homem, não vim para ser servido, mas para servir e dar a minha vida para salvação de muitos. Mateus 20:28

Mordomia é entregarmos tudo o que temos e somos para o Senhor. É permitir, que Ele seja o centro, TUDO pra nós.

Nossos símbolos de fé são: A Confissão de Fé de Westminster, o Catecismo Maior e o Breve Catecismo. Você os encontra em pdf no site da IPB. (www.ipb.org.br – em recursos).

Agradecemos sua visita em nosso site e deixamos aqui um convite:

Faça-nos uma visita!

GALERIA